Comparação entre os processos de corte a plasma e oxicombustível

Comparação entre os processos de corte a plasma e oxicombustível

Hoje em dia, há diversos métodos para realizar o corte de metal. Mas existem diferenças que fazem com que um seja considerado melhor que outro. O conhecimento dessas variáveis ajudará na escolha de qual processo implementar para determinado trabalho. Continue lendo o nosso blog e veja as características principais do corte a plasma e oxicombustível.

Entenda os dois processos de corte de metais

O mercado necessita cada vez mais de inovações e processos que tragam precisão ao corte, por isso, a cada ano podemos ver alta tecnologia aplicada nos processos de corte de plasma.

Com a evolução do corte plasma para plasma ar, que usa o ar comprimido para formação do jato plasma, o sistema ficou mais barato e seguro resultando em um aumento significativo da qualidade final do corte.

Neste sistema, o ar atmosférico comprimido é usado como gás na tocha plasma. O ar pode ser comprimido por compressores, por meio de uma linha de distribuição dotada de purificadores e secadores ou cilindros sob pressão.

Esta tecnologia de corte a plasma é utilizável para o corte de qualquer material metálico condutor, e mais especialmente em aço estrutural, aço inoxidável e metais não ferrosos. E para qualquer material, o início da máquina de corte a plasma é praticamente instantâneo e produz uma deformação mínima da peça de trabalho.

Mesmo com essa funcionalidade e gradativamente atingir velocidades altíssimas e menor tempo de inatividade é uma das poucas técnicas que cortam a maior variedade de espessuras — de 0,5 a 160 mm, com unidades de plasma até 1000 amperes.

O oxicombustível é um processo de seccionamento de metais pela combustão localizada e contínua devido à ação de um jato de O2 puro, agindo sobre um ponto previamente aquecido por uma chama oxi-combustível.

O corte do metal é obtido pela reação do oxigênio puro com o metal — tudo com alta temperatura. Essa temperatura é obtida inicialmente com o uso de uma chama de gás combustível. A temperatura de fusão do óxido deve ser ao menos igual à temperatura de fusão do metal de maneira que os produtos de reação possam ser eliminados.

Entenda por que a tecnologia do corte a plasma é preferência

A qualidade de corte é o fator decisivo quando as empresas escolhem seus equipamentos de corte de metal. Acima de tudo, o plasma de corte produz cortes mais precisos e limpos em comparação com o oxicorte.

Os processos a oxicorte e a plasma produzem qualidades diferentes de borda em termos de angularidade, que se refere à dimensão do ângulo como um desvio de uma borda reta. Comparando os cortes a oxicorte e a plasma, o plasma produz um desvio menor de borda.

Por mais que o investimento inicial da máquina corte plasma seja alto quando comparado com o oxicombustível, a qualidade do corte e a segurança de manuseio para os operadores fazem com que seja preferência por diferentes segmentos industriais.

Agradecemos seu interesse!

Precisamos de alguns dados